Água de Chuva & Água de Reúso

Você sabe a diferença entre o aproveitamento da água de chuva e da água de reúso? No presente artigo juntamos informações para te ajudar a entender esses dois conceitos.

Devido à crise hídrica, a conservação da água é um dos temas mais discutidos no Brasil atualmente. Dois termos essencialmente diferentes que são geralmente mencionados na questão da conservação da água são o “aproveitamento da água de chuva” e o “reúso de águas cinzas”. Mas o que esses termos significam exatamente? Quais são as diferenças de aplicação entre esses dois tipos de água? Qual água é a melhor para se aproveitar? As respostas a estas perguntas, bem como as aplicações, vantagens e desvantagens destes dois tipos de água são discutidas a seguir.

O aproveitamento da água da chuva é o ato de se aproveitar a água que literalmente cai do céu. Normalmente, a maior parte das edificações que usam a água da chuva como uma fonte alternativa de água coletam a chuva que escoa pelo telhado e a armazenam em cisternas. É possível tratar esta água e depois usá-la para: rega de jardim, descarga de vaso sanitário, limpeza de pisos, lavação de roupas, carros, entre outros. Se o processo de tratamento de água for mais intenso, então a água da chuva tratada pode ser usada para fins mais nobres como: tomar banho, cozinhar e até beber. A principal questão do tratamento da água é que, quanto mais você precisar tratar, mais caro será o custo de implantação do sistema. Em contrapartida, quanto mais intenso for o tratamento, maiores serão as possibilidades de uso da água. No Brasil, o simples uso de água da chuva para descarga sanitária em uma residência fornece aos usuários a possibilidade de economizar até 40% da água potável, água essa que muitas vezes é comprada da concessionária. Isso significa que você pode economizar dinheiro na sua conta de água, ter maior autonomia de água, reduzindo a sua chance de ficar sem água e, ao mesmo tempo, ajudar o meio ambiente. Para te auxiliar nessas continhas, a RainMap disponibiliza uma plataforma de simulação bem amigável que pode ajudar a avaliar essa questão!

As águas de reúso, ou águas cinzas, por sua vez, são águas residuais domésticas que já foram utilizadas uma vez em processos como lavar louças, roupas e tomar banho, por isso também são conhecidas como águas servidas. Simplificadamente são as águas sem contaminação fecal geradas em residências ou prédios de escritórios, ou seja, todas as fontes de esgoto, exceto as águas residuais dos banheiros (que são denominadas águas negras). Uma grande vantagem das águas cinzas em comparação com a água da chuva é que a reutilização das águas cinzas não só proporciona uma fonte alternativa de água para o usuário, como resolve em parte um outro problema: o tratamento do esgoto. Nas edificações em geral, o esgoto gerado é tratado e a água final é infiltrada no solo, ou então ele é direcionado à rede pública de tratamento, gerando custos expressivos nas faturas. Com o sistema de reúso de águas cinzas, até 80% do esgoto pode ser tratado e ainda promove uma fonte alternativa de água.

As aplicações das águas cinzas são semelhantes às da água da chuva, todavia, os custos de tratamento dessa água são mais elevados mesmo para um uso não nobre, uma vez que a qualidade das águas cinzas é pior do que a qualidade da água da chuva. Dependendo do nível de tratamento da água, o armazenamento das águas cinzas não é recomendado, sendo então aconselhada a sua distribuição diretamente para o uso final.

Finalmente, talvez você esteja se perguntando: Que tipo de fonte alternativa de água devo escolher, água da chuva ou água de reúso?

Em conclusão, as duas opções têm suas vantagens e cada edificação requer uma análise específica para seleção de uma opção mais adequada, conforme interesse do usuário e consumo de água. Um projetista experiente poderá analisar cada caso e chegar na opção mais viável. Complementarmente, é possível ainda criar uma solução que aproveite ambas as fontes e combine consecutivamente o aproveitamento da água de chuva e reutilização das águas cinzas em uma edificação. E nessa briga de escolher entre água da chuva e água de reúso, quem sai ganhando é o usuário, que economiza e incorpora ações mais sustentáveis à sua edificação, e o meio ambiente.

Ficou interessado?

Para te auxiliar a quantificar os benefícios com o aproveitamento de água da chuva na sua edificação, a RainMap disponibiliza uma plataforma de simulação bem amigável que pode ajudar a avaliar essa questão!

Share

Cofundadora e diretora executiva da RainMap Sistemas Sustentáveis. Administradora de Empresas pela Universidade do Estado de Santa Catarina. Engenheira Civil e Mestra em Engenharia Civil com ênfase em Sistemas de Informação Geográfica e Mapeamento Geotécnico pela Universidade Federal de Santa Catarina.

Um comentário sobre “Água de Chuva & Água de Reúso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *