A água de chuva tem cheiro e cor?

É importante entender que a água de chuva cai destilada das nuvens, mas acaba se contaminando ao longo do caminho com impurezas contidas na atmosfera e também acumuladas nas coberturas, como poeira, galhos, folhas, fezes de animais, etc. Portanto, o armazenamento da água de chuva nessas condições, pode acarretar o desenvolvimento de microrganismos na cisterna e consequentemente alterar o cheiro e a coloração natural da água.

Porém, não há motivo para preocupações!

A qualidade da água pode ser garantida com o tratamento adequado!

É importante mencionar que o tipo de tratamento está intimamente ligado aos usos que serão dados à água de chuva. Exemplificando: uma água utilizada para a limpeza de calçadas não precisa ter a mesma qualidade daquela utilizada para lavar roupas ou louças. Assim, percebemos que a finalidade de uso da água influencia diretamente na qualidade desejada. Ou seja, dependendo de como essa água será utilizada, o padrão de qualidade necessário varia, bem como o seu tratamento.

Por isso, não tenha receio de usar a água de chuva. O tratamento é uma etapa simples, porém essencial para evitar que a água de chuva apresente cheiro e cor. Com ajuda de um profissional, ele pode ser otimizado conforme a necessidade/uso final do aproveitamento.

Ficou interessado?

Para te auxiliar a quantificar os benefícios financeiros e de economia de água do aproveitamento da água de chuva, a RainMap disponibiliza uma plataforma de simulação gratuita que personaliza os cálculos para a sua edificação.

 

Share

Cofundadora e diretora executiva da RainMap Sistemas Sustentáveis. Administradora de Empresas pela Universidade do Estado de Santa Catarina. Engenheira Civil e Mestra em Engenharia Civil com ênfase em Sistemas de Informação Geográfica e Mapeamento Geotécnico pela Universidade Federal de Santa Catarina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *